MLB ocupou supermercados em 9 capitais em protesto contra a fome e reivindicando doação de cestas básicas

Famílias ocuparam na quinta-feira, dia 16, hipermercados e supermercados pelo Brasil em busca de alimentos. A ação organizada pelo MLB (Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas) foi realizada simultaneamente em pelo menos nove capitais. Em Aracaju, Belém, Belo Horizonte, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, os atos aconteceram em supermercados. Em Fortaleza, foi ocupada a Secretaria de Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos do Ceará.

Centenas de pessoas estiveram nas unidades em busca de cestas básicas. Homens, mulheres e crianças exibiam faixas e palavras de ordem em prol de um Natal sem fome. As manifestações renderam alguns acordos de entrega de alimentos.

Em São Paulo, o ato aconteceu em frente à unidade do Extra, na Liberdade. No Rio de Janeiro, a concentração se deu no Assaí, da Tijuca, onde as famílias solicitaram cerca de 300 cestas básicas.

Em Salvador foi ocupada uma unidade da rede Assaí, localizada na Cidade Baixa. Segundo o grupo da Bahia, após o longo período no estabelecimento, ficou combinada uma entrega de cestas para amanhã.

A ação batizada de “Natal Sem Fome” resultou na ocupação de 20 supermercados da rede Extra, em pelo menos nove estados, por centenas de famílias que estão em situação de rua e insegurança alimentar, segundo os organizadores. Poliana Souza, da coordenação nacional do movimento, afirma que a ideia de ocupar os estabelecimentos pertencentes ao GPA (Grupo Pão de Açúcar), é uma tentativa de conseguir doações de alimentos para famílias, já que o lucro da empresa aumentou no ano passado. Em 2020, o GPA lucrou R$ 1,092 bilhão, após registrar prejuízo de R$ 285 milhões em 2019. Neste ano, a empresa acumula ganhos de R$ 28 milhões até o terceiro trimestre. De acordo com Souza, a empresa participou de uma reunião com representantes do MLB e ofereceu 400 cestas básicas para serem distribuídas no país todo. “Não aceitamos essa oferta. Temos uma demanda de 6.000 famílias que estão passando fome, doar 400 cestas é muito pouco”, disse. Segundo ela, o MLB e o GPA devem fazer novas reuniões.

O MLB existe desde 1999 e atua em 16 estados e no Distrito Federal, segundo os coordenadores. Surgiu a partir de ações de reivindicação por moradia em Belo Horizonte e Jaboatão dos Guararapes, na região metropolitana do Recife. Na época, criou na capital mineira a ocupação Vila Corumbiara, que ainda existe.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *