PANDEMIA E NATAL

Como conciliar o vírus da morte com a fonte da vida?

Como celebrar o nascimento em meio a tantos sepultamentos?

Como preparar a festa natalina com milhares de famílias enlutadas?

E como estreitar laços, relações e encontros sem comprometer a saúde?

Desafios do Natal de 2020, quando se abateu sobre nós o coronavírus;

A magia é que telas e janelas convertem-se em lugares de encontro,

Em lugar de presentes materiais, efêmeros e quase sempre perecíveis,

Presentes imateriais transitam magicamente pela Internet e redes sociais.

E se tudo em volta tem sabor de frio isolamento e de beco sem saída,

Acenda a sua pequena vela, como a estrela de Belém na noite santa,

Coloque-a no altar secreto e misterioso de seus sonhos e esperanças:

Vela e estrela terão tanto mais brilho quanto maior for a escuridão.

Perigoso sair às ruas, perigoso viajar, perigoso organizar visita?!…

Troque imagens, olhares, sorrisos e palavras pelas telas/janelas;

Ative o WhatsApp, o Instagram, o E-mail, o Twitter, o Face, o Telefone;

Navegue nas ondas da amizade, da reconciliação e do perdão!…

Mas não esqueça o Menino-Deus que nasce na manjedoura de Belém,

Lembre os milhões de meninos que nascem em condições desumanas;

Deixe que o pequeno Jesus nasça dentro de seu coração e de sua casa,

E se puder contribua para que toda criança tenha berço, carinho e amor.

Feliz e Santo Natal para você,

seus familiares, parentes e amigos!

  

 

Pe. Alfredo J. Gonçalves, cs

Rio de Janeiro, 03 de dezembro de 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *